O primeiro ano na Apicultura

A apicultura em poucas palavras

Vamos tentar resumir o processo, anos de apicultura não podem ser colocados num artigo.

Mas vamos tentar ajudar quem está a começar porque o primeiro ano pode ser mais complicado.

 

O Primeiro ano na apicultura

Começar

Em primeiro lugar tem que se educar! Uma colmeia é um conjunto de animais vivos que neste momento estão a lutar e a esforçar-se para sobreviver.

Neste momento começar com a apicultura não é a mesma coisa que à uns anos atrás, desde que se instalou a Varroa (acaro que suga toda a vida da abelha).

Embora a abelha seja um ser selvagem dentro de uma caixa, desde que a varroa se instalou que as abelhas estão a lutar e isso fez com que mudasse completamente o stress da colónia, bem como a nosema(que é um parasita oportunista que pode paralisa uma colmeia stressada).

Alem disso, a abelha enfrenta agora novos tipos de stressadores como a industrialização, a perda de alimento, os efeitos das mudanças climáticas (invernos mais curtos) e a grande exposição de pesticidas.

É bem mais difícil cuidar de abelhas do que qualquer outro animal comum.

Quanto mais entender da biologia, do comportamento e da dinâmica da colmeia e da sua saúde, mais bem sucessido irá ser na apicultura.

As abelhas veem e respondem bem melhor às alterações do mundo do que o humano por isso o meu concelho é que veja o mundo pelos olhos e antenas de uma abelha e  pense como um superorganismo.

 

o primeiro ano na Apicultura

Qual é a sua motivação?

Seja franco. Se a sua motivação é salvar as abelhas, perceba que a abelha não precisa de super protetores.

Cuidar de uma colmeia requer muito trabalho, principalmente na observação e no entendimento do que é correto ou não, as abelhas não precisam de mais indústrias a explorar.

Manter as suas abelhas vivas e saudáveis nos dias de hoje requer muita sabedoria e conhecimento no gerenciamento do acaro – a maioria falha neste ponto e muitas abelhas morrem de forma cruel.

Então se a sua motivação é ajudar as abelhas, a menos que esteja disposto a mudar os conceitos e o que se faz por ai para manter uma colmeia saudável, fará um melhor serviço às abelhas e a outros polinizadores e ao meio ambiente,

Plantando flores e arbustos,

E arvores de flores,

Apoiando pequenos apicultores,

Comprando produtos locais,

Minimizando a pegada de carbono e ensinando os mais próximos de si que o mundo precisa mudar.

Por outro lado, a manutenção das abelhas de mel oferece uma conexão com a natureza que é indiscritível.

Se está disposto a fazer o esforço, a abelha de mel pode ajudá-lo a conecta-lo à natureza e à alegria de experimentar como insetos tão pequenos mas tão sociais e fascinantes conseguem viver.

Antes de seguirmos, uma pergunta: está a gostar da leitura? Então cadastre-se abaixo para receber mais conteúdo .

MANUAL GRÁTIS

 

 

Apicultura “sem Tratamentos”

Eu já mantive as minhas abelhas sem tratamentos, mas hoje em dia esse procedimento não é possível, o ambiente em que estão inseridas não lhes permite viver sem tratamentos.

È claro que isso se tornou a nossa luta, não desistimos de criar o ambiente ideal para não tratar.

Por isso estamos a fornecer colmeias que melhoram o seu habitat, que lhes estimulam a produção de cera e das suas capacidades, estamos a melhorar a nossa abelha com o apuramento do que é natural dentro do que é ser abelha.

Demora, mas acredito que vamos conseguir. Já estamos a conseguir…

Agora é claro que se você estiver num local completamente isolado, e não explora as abelhas e se é um afortunado que consegui-o uma rainha de um apicultor que trata as abelhas naturalmente que não força o seu crescimento. Você conseguirá ter uma colmeia sem tratamento.

Infelizmente isto geralmente não acontece, e a maioria dos apicultores iniciantes perdem as suas colmeias para a varroa. Isso pode ser evitado e é completamente evitável se fizer um monitoramento regular à sua colmeia.

 

apanhar um enxame

Dicas de manutenção

Mova-se sem problemas – como se estivesse a fazer uma arte marcial.

As abelhas só picam quando sentem a colmeia a ser ameaçada. Então não faça nada de ameaçador.

Os movimentos rápidos ou irregulares podem parecer ameaçadores.

Se sentir que as abelhas reparam em si experimente fazer fumo ou então afaste-se para que não fiquem stressadas. A melhor maneira de aprender a trabalhar de forma gentil com as abelhas é observar cuidadosamente o que estão a fazer.

E se puder veja como um apicultor experiente e que trate as abelhas gentilmente faz.

Antes de seguirmos, uma pergunta: está a gostar da leitura? Então cadastre-se abaixo para receber mais conteúdo .

MANUAL GRÁTIS

 

 

As regras: O que devo fazer?

Não existem deveres na apicultura, além de praticar uma boa criação de animais.

As abelhas precisam de uma casa confortável que as deixem trabalhar todas as funções para que foram feitas, alimento (néctar e pólen) de fontes naturais e o gerenciamento de parasitas.

A minha regra é não fazer nada até compreender o que estou a fazer e porque o estou a fazer.

Hoje, encontramos uma infinidade de informações e opiniões, a minha opinião é que está quase toda a gente a falar da mesma coisa, por isso observe.

“Durma” com as abelhas, estude, perceba como viviam e como se dão no ambiente em que estão.

Começar

Eu sugiro que comece com duas colmeias, na minha opinião hoje é que comece com top bar e ou warré, mas claro que se quiser experimentar as colmeias industriais também nada o impede só tenha em mente que não são colmeias aptas nem fáceis de fazer apicultura natural.

 

Criar abelhas é para todos e eu proponho que venha passear junto connosco neste mundo ludico.

 

 

Adoraria ouvir a sua opinião e responder às suas dúvidas, caso elas existam. Deixe um comentário abaixo.

E não deixe de compartilhar esse artigo com os seus amigos e contatos. Use os botões para escolher sua rede social favorita. Ficarei agradecida.

E se você deseja receber as atualizações do blog em primeira mão, não deixe de cadastrar seu e-mail no formulário abaixo ou no topo do site.

É um prazer tê-lo como leitor. Desejo o melhor para a sua vida.

Boa Apicultura

Sónia e Luís Costa

 

 

Deixar uma resposta

%d bloggers like this: