Como Prevenir  a Traça da Cera nas Colmeias

Todos os Apicultores mais cedo ou mais tarde tem problemas com a Traça da Cera.

E esta parece ser uma das causas de entrada de muitos químicos na colmeia.

Vamos lá falar um pouco delas.

Como PrevenirTraça da Cera

Como combate-las…

Parece que elas invadem as ceras entrando pelos buracos mais pequenos que a colmeia possa ter, onde as Abelhas não conseguem passar.

Instalam-se nas ceras e, é lá que colocam os ovos, por arrasto tudo o que estiver no caminho elas comem.

As traças conseguem destruir qualquer colónia que estiver fraca, e também onde existir cera armazenada.

Alguns dizem que é difícil, ou impossível, controlar as infestações da traça na cera.

Impossível? Prevenir a Traça da Cera

Acima de tudo, admito que pode ser difícil, mas com algum trabalho e conhecimento, nada é Impossível.

Se você quer manter as suas colmeias saudáveis, para poder transformar o seu pequeno apiário em um negócio a tempo inteiro em apenas alguns meses, vá em frente e confira o nosso E-book Como Iniciar a Apicultura O Outro Lado.

 Eu decidi disponibiliza-lo para si por um tempo limitado, porque este ano a apicosta faz 7 anos e eu gosto do numero 7 e também porque quero estragar os meus leitores, porque sei que muitas pessoas querem começar a fazer apicultura natural.

Agora de volta a traça da cera

O Inverno é uma das melhores alturas para atacarem as colmeias, porque podem ter menos abelhas, pode existir espaços abertos.

A observação através dos vidros tanto nas colmeias top bar como nas colmeias warré ajudam e muito na observação antecipada.

O melhor Método é a Prevenção.

Até onde se conhece, a traça da cera ataca as colmeias que estão fracas, pequenas ou doentes.

Por isso, o mais seguro é ter a manutenção feita correctamente para que tenha colmeias fortes e saudáveis.

Uma das coisas que a traça da cera mais gosta é de favos de cera velha e colmeias pouco cuidadas.Clica para Twetar

Não se esqueça de ter as colmeias limpas, sem rachas nas madeiras e ceras muito velhas e sujas.

Uma forma natural de apanha-las fora da colmeia é:

Receita para prevenir a Traça da Cera

Primeiro que tudo, em uma garrafa faça um furo de uma polegada logo abaixo do pescoço da garrafa; em seguida adicione:

Traça da cera

1 Chávena de Água

1 Chávena de Açúcar

1/2 Chávena de Vinagre

1 Casca de banana

Espere até começar a fermentar, em seguida amarre numa árvore perto das Colmeias ou perto do local onde guarda as ceras.

Esta armadilha chama a traça da cera, elas entram e já não saem.

Espero que ajude.

Traça da cera

Com a manutenção, as caixas das colmeias sempre limpas, sem frestas, e favos de cera velha.

Adoraria ouvir a sua opinião e responder às suas dúvidas, caso elas existam. Deixe um comentário abaixo.

E não deixe de compartilhar esse artigo com os seus amigos e contatos. Use os botões para escolher sua rede social favorita. Ficarei agradecida.

E se você deseja receber as atualizações do blog em primeira mão, não deixe de cadastrar seu e-mail no formulário abaixo ou no topo do site.

É um prazer tê-lo como leitor. Desejo o melhor para a sua vida.

Boa Apicultura

Sónia e Luís Costa

QUERO O E-BOOK - O OUTRO LADO - Apicultura Natural

2 comentários

MANUEL TRAVESSA MATOS · Setembro 9, 2019 às 11:53 pm

Sou um apreciador dos artigos que costumavam enviar, de um momento para o outro deixei de receber esses artigos, que muito me enriqueciam, aprecio o vosso conhecimento sobre a apicultura e fico imensamente grato por todos os ensinamentos que possam proporcionar.
recorri ao vosso sitio para saber como controlar um problema que tenho no armazenamento das alças depois de retirado o mel, não obstante o cuidado em armazenar em local limpo isolado, a experiência é que quando chega a altura de voltar à colmeia para nova recolha de mel, tenho sempre quadros com traça, que me obriga a colocar cera nova, resultando mais despesa.
fico agradecido pela dica que me foi enviada e vou colocar garrafas com o isco indicado na proximidade do armazenamento das mesmas.
muito obrigado Travessa de Matos

    Apicosta · Setembro 19, 2019 às 9:28 am

    Obrigado pela sua atenção, e espero conseguir continuar a passar o conhecimento que vamos adquirindo.
    Quanto a traça eu sei que todo o trabalho que temos em evita-la por vezes não é soficiente porque ficam vestigios tão minusculos que é quase impossivel.
    Mas devemos tentar todas as tecnicas para diminuir o estrago.
    Volte sempre

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

%d bloggers like this: